INFORMÁTICA PARA TERCEIRA IDADE | Dicas de WhatsApp

Idosos estão cada dia mais conectados, diz pesquisa

Entre os de 60 anos e mais, 58% deles têm acesso à internet nos smartphones.

Os idosos brasileiros estão usando cada vez mais a internet para pesquisar preços, mandar mensagens, fazer chamadas de voz e vídeo, compartilhar conteúdos e fazer compras online.
Entre os de 60 anos e mais, 58% têm acesso à internet nos smartphones.

Mas o que os idosos fazem na internet? A compra online já seduz 28% dos que têm mais de 60 anos.

Fonte: https://www.consumidormoderno.com.br/2019/08/31/idosos-mais-conectados-pesquisa/


DICAS PARA WHATSAPP– Novidades, Funções e Truques Valiosos!

Fernando Soares
É analista sênior e coordenador geral dos treinamentos digitais da IBIT. Especialista em metodologias pedagógicas, mentor e idealizador do método de informática passo a passo.

Vamos iniciar sua jornada pela internet?

Receba GRATUITAMENTE, algumas vídeo aulas do primeiro módulo do curso.

Não dependa mais de seus familiares, a independência digital está a seu alcance! Clique no botão abaixo:

informatica para terceira idade

Tecnologia ajuda idosos a não sair de casa

Com a inclusão digital, a população superior aos 60 anos tem acessado cada vez mais aplicativos e sites da internet. De acordo com o IBGE, o Brasil possui 28 milhões de idosos, cerca de 13% da população total.

Atividades que podem parecer simples para a maioria das pessoas, representam um desafio para quem é iniciante no uso de tecnologia.

Pensando nisso, nos últimos anos surgiram diversas opções de apps úteis para a terceira idade que simplificam o uso do smartphone.

Fonte: www.jornalavozdoparana.com.br/tecnologia-ajuda-idoso-a-nao-sair-de-casa/

A informática para terceira idade está em alta. Nunca tantas pessoas desta faixa etária, procuraram um curso de informática para idosos como nos dias de hoje.

A tecnologia é acessível a todas as idades. Escolas de informática especializadas em aulas para idosos, estão se aperfeiçoando cada vez mais com uma metodologia passo a passo para ensiná-los a imprimir o resultado do exame médico, realizarem transações bancárias, fazerem vídeoconferências para se comunicarem com familiares que estão distantes… outras dezenas de atividades online, inclusive aprenderem a utilizar aplicativos que facilitam o dia a dia deles.

Eu sempre oriento meus alunos a estarem em contato com a tecnologia, fazendo cursos de informática constantemente, procurando se atualizar com as notícias relacionadas a este assunto.

É de extrema importância para ampliar a capacidade cognitiva, manter o contato social, enriquecer a cultura em sites e vídeos de história, turismo, culinária, música, além de útil para que os idosos evitem sair de casa, principalmente no período de isolamento social.

Os aplicativos dos mais variados conteúdos, vieram para contribuir e melhorar a vida dos idosos. Eles merecem fazer parte da tecnologia e têm total capacidade para utilizá-los com habilidade e desenvoltura, basta aprender a utilizá-los.

Fernando Soares
É analista sênior e coordenador geral dos treinamentos digitais da IBIT. Especialista em metodologias pedagógicas, mentor e idealizador do método de informática passo a passo.

Vamos iniciar sua jornada pela internet?

Receba GRATUITAMENTE, algumas vídeo aulas do primeiro módulo do curso.

Não dependa mais de seus familiares, a independência digital está a seu alcance! Clique no botão abaixo:

informatica para terceira idade

Visite nosso site: www.cursoparaterceiraidade.com.br

Idosos recorrem à tecnologia para manter contato social

informatica para terceira idade

O esteriótipo de que tecnologia é coisa para jovens pode ser desfeito em tempos de pandemia. É que ferramentas como aplicativos de celular, tablets e computadores estão com o uso cada vez mais difundido, inclusive entre idosos.

São as alternativas que muitos têm para não perder o contato com a família, para conversar com amigos ou mesmo aprender coisas novas.

Quem há pouco tempo não tinha muita proximidade com aplicativos e nem muito interesse em aprender, já está mudando a perspectiva. É o caso de dona Eivone Romagnolli, de 82 anos.

Sonora: “Olha a tecnologia é muito importante. Eu gosto muito. A gente fica mais calma vendo a pessoa. Eu tenho dificuldade e às vezes esqueço.”

Juciara Ramagnolli, filha de dona Eivone, reconhece o aprendizado da mãe.

Sonora: ” A relação dela com a tecnologia está mudando bastante. Há um tempo atrás ela não queria nem o celular. Agora ela quer, sente dificuldade, mas mesmo assim ela tem curiosidade”.

Diante do cenário atual, algumas iniciativas buscam tornar smartphones e notebooks algo mais natural para os idosos.

Uma campanha feita pelo projeto “Mais Vívida”, por exemplo, conecta jovens voluntários a idosos que estão isolados. A ideia é combater a solidão com conversas onlines e auxiliar na utilização de aplicativos úteis.

Para a psicóloga e coordenadora de Prevenção, da Diretoria de Atenção à Saúde da Comunidade Universitária da UnB, Cristineide Leandro França, para além da interação com familiares, aprender algo novo e que dê prazer é outro ponto positivo.

Sonora: “É muito importante que as ferramentas sejam introduzidas neste momento e que comece a fazer parte da vida deles. Para quem tem resistência é importante ocupar o tempo com filmes, TV, coisas que deem prazer.”

Apesar de mais difundidas entre idosos num período tão difícil, a expectativa é que o contato por meio dessas tecnologias se mantenha num mundo pós pandemia; e que esses dispositivos sirvam de ferramentas contra a solidão.

Fonte: Agência Brasil – Maíra Heinen / www.amrigs.org.br/noticias/5341

Vamos iniciar sua jornada pela internet?

Receba GRATUITAMENTE, algumas vídeo aulas do primeiro módulo do curso.

Não dependa mais de seus familiares, a independência digital está a seu alcance! Clique no botão abaixo:

informatica para terceira idade

Visite nosso site: www.cursoparaterceiraidade.com.br

A INFORMÁTICA NA TERCEIRA IDADE E O COVID-19

Drones, robôs e até carros voadores auxiliam hospitais, autoridades e pacientes a enfrentarem a pandemia

Nunca a tecnologia foi tão útil e tão acessível. Diferentes tipos de  tecnologias estão sendo utilizadas ao redor do mundo para combater a pandemia da Covid-19, causada pelo coronavírus.

Algumas delas ainda são novas e restritas, mas estão em fase acelerada de testes e se mostram úteis para oferecer serviços em situação de isolamento.

Fonte: https://www.techtudo.com.br/noticias/2020/03/coronavirus-conheca-oito-tecnologias-que-ajudam-no-combate-a-covid-19.ghtml

Mas, o que a Informática na Terceira Idade tem a ver com tudo isso?

A resposta é simples, tudo a ver. O avanço rápido das novas tecnologias trouxeram mudanças sociais.

As pessoas terão que se adaptar a novas formas de se comunicar, se relacionar, comprar, vender, estudar, ensinar, etc…

A pandemia do COVID-19 resultou num verdadeiro divisor de águas, na sociedade.

Teremos que reaprender com as novas tecnologias. Vão-se programas de TV ao vivo, atendimentos presenciais, reuniões oculares… que agora são substituídos por programas gravados, aulas à distância, compras online, encontros virtuais.

Tudo está tão diferente, que até as conversas nos grupos de whatsapp parecem estar em outra língua. Você vê  termos como: smart, link, google, nuvem, tweet, rede social, hashtag, bug, bluetooth, spam, hack, wiki, feed, wi-fi, conectar, postar, videoconferência, etc…

Onde isto vai parar? Sinto em dizer-lhe que é só o começo.

São mudanças que estão ocorrendo agora no mundo, muito rapidamente e que precisamos acompanhar para não ficarmos para trás, e não sermos vistos como verdadeiros homens das cavernas.

Por isso sempre aconselho meus alunos a nunca se distanciarem da tecnologia. Estar em contato com a informática é melhor maneira de se atualizar, de aprender, adquirir novos conhecimentos e estar conectado com o mundo moderno.

Fazer cursos, é investir em si próprio, ampliar e enriquecer sua bagagem cultural é a chave para não ser dependente dos outros, estar sempre à frente, ter autonomia para realizar suas atividades com desembaraço, já que daqui para frente a maioria delas serão virtuais, acredite.

Agora mais do que nunca, o conhecimento em tecnologia terá um valor incalculável.

Fernando Soares
É analista sênior e coordenador geral dos treinamentos digitais da IBIT. Especialista em metodologias pedagógicas, mentor e idealizador do método de informática passo a passo.

Vamos iniciar sua jornada pela internet?

Receba GRATUITAMENTE, algumas vídeo aulas do primeiro módulo do curso.

Não dependa mais de seus familiares, a independência digital está a seu alcance! Clique no botão abaixo:

informatica para terceira idade

Visite nosso site: www.cursoparaterceiraidade.com.br